sexta-feira, 21 de novembro de 2008

...tanto que eu queria seu amor...Tanto amor em mim quanto um quebranto, tanto amor em mim, em ti nem tanto."

"Ah! O que será o amor?!"

Bom, posto isso, agora, pra não dizerem que não falei das flores, das meninas e dos amores.

É, meu velho, gostar demais, as vezes (quase sempre), atrapalha, atrapalha muito. Oscar Wilde já dizia "Um homem pode ser feliz com qualquer mulher, desde que não a ame." Acho que não é bem assim, mas é quase isso.

Se ele amar, pode ser feliz também...por um tempo. Mas, afinal, ninguém é feliz sempre, nem mesmo sozinho.

Aprender a amar exige prática. Uns se envolvem sem sentir nada e vão aprendendo a sentir, outros fazem o contrário. Eu, como é com quase tudo que faço, fiz o contrário.

Lição Cafajeste Nº3:
Não diga que ama, se não for tirar proveito disso. Se disser, despapareça por, pelo menos, um mês.

Mas nem sempre (quase nunca) dá pra seguir as lições, "o amor na prática é sempre ao contrário.".

Hoje sei, amar é uma reação química, tudo é técnica.

"Dizem que a paixão dura, no máximo, três anos.", quem souber se é verdade ou não, diga-me. Não tive relacinamentos longos o suficiente pra saber, pra mim sempre foi algo do tipo "uma noite e nada mais", com direito a gostinho de quero mais, até.

Fato interessante que eu notei, recentemente, é que as pessoas fogem do "amor", algumas até envergonham-se dele. É fato também que tem aos montes gente que diz que ama a qualquer um. Mas esse medo de amar é muita covardia, as pessoas não sabem mais curtir "paixões inventadas", "mentiras sinceras", gostam de ser enganadas. Não conseguem assumir que tão com alguém que não gostam, preferem fingir amar, mesmo sabendo que não se ama, pois têm medo de admitir isso.


"Meu ar de dominador dizia que eu ia ser seu dono, e nessa eu dançei."
Outro mal passional é a dependência (ugh!). Sempre tem um sujeito que pega no pé...Galera, amar é deixar o outro livre, ninguém é de ninguém! Se bem que tem gente que exagera...

Eu não digo mais que amo, nunca acreditam ("as pessoas estão tão acostumadas com mentiras que a sinceridade de alguém lhes parece hipócrisia."), detenho-me ao "te gosto", adote você também, resolve inúmeros problemas.

Enfim, pra mim, o amor é isso (e um pouco mais).
Ou não...

2 Comments:

  1. Wanessa said...
    Boas palavras Cereszildo!
    Continue com elas, que sempre que puder passarei aqui para lê-las!

    "Te gosto."
    ^^

    Beijo
    Duda x)) said...
    "Vo nem comentar"
    Haha x))

    Mas...em parte...sábias palavras! =D
    Fazer o q...sou a favor do amor! o//

Post a Comment