domingo, 31 de janeiro de 2010

Eu apenas sinto falta...

...daquilo que me faz respirar mais fundo, enche meu mundo de euforia e parece ser a unica estrela que brilha.


Ou, ao menos, costumava ser assim.

Às vezes, uma pessoa; às vezes, um objetivo; às vezes uma simples descoberta.

Mas há tempos que já não me sinto assim... Nada de euforia, grandes paixões, ou sequer preocupações. Não porque faltem paixões, tampouco por não existirem motivos para me preocupar, mas porque em tudo sinto que falta alguma coisa...

Paixões já não são tão intensas. Simples descobertas já não mais me parecem grandes soluções. Preocupações já não mais me parecem o fim do mundo.

Perdi o entusiasmo -- "Exaltação criadora; inspiração, estro.".

Sei que em tudo falta algo, só, ao certo, não sei o que. Creio que, na verdade, falte algo em mim.

Tudo parece ao meu alcance, só preciso pegar; mas porque pegar se continuará faltando algo?

Talvez eu nunca chegue à resposta.
Talvez eu não precise.

Sei que o entusiasmo que falta em algum momento chegará, mas não posso simplesmente esperar, então eu sigo. Sem caminho, "sem lenço, sem documento", bola pra frente, vazio no coração.
Até quando?

1 Comment:

  1. A. Chemas said...
    lindo texto, triste, mas lindo :/

Post a Comment