domingo, 11 de abril de 2010

Permaneceremos mediocres...


até que nos obriguem a mudar;

até que não haja mais ninguém para criticar e tornar inferior;

até que aceitemos nossa própria mediocridade.

A vergonha vem; o desespero vem; o fracasso vem; o desânimo vem e, enfim, nos percebemos medíocres. Está marcado e evidente em nossa face que assim somos, mas o mundo finge não perceber.

É um grande corporativismo, aceitamos ou acobertamos a mediocridade dos outros para que aceitem a nossa, e mudamos de assunto.

Buscamos pequenos erros para melhorar, algo que satisfaça nossa necessidade de mudar, mas que não atinja a estrutura da nossa sociedade mediana, que preza a banalidade.

Pseudo-intelectuais dão ao passado um ar de ultrapassado, quando na verdade são muito pouco diferentes de nós. Virou piada a teoria do Direito Divino, mas ainda aceitamos que um indivíduo que se diferencia como "gênio" nasceu com um potencial que não temos; fugir da mediocridade, hoje ou na Idade Média, é algo distante e estranho.

Podemos mudar. Não queremos, nem vamos. Aceitamos as criticas, ignoramos os críticos e os esteriotipamos de loucos, quando na verdade são lunáticos, e cremos, bem como fazemos crer-se, que sê-los é ruim. Qualquer esforço que nos leve além é tido como demasiado e desnecessário, pulamos, então, para comemoração. Os momentos mais conscientes são quando rimos da própria miséria, porque "mais vale o riso que o pranto"; são tantos problemas que "é melhor ridicularizá-los que combatê-los"; "não podemos fazer nada". Então, aceitamos-os.

Um dia, não serei mais medíocre. Até lá, ainda podem concordar comigo.

5 Comments:

  1. Nina Vieira said...
    Hoje em dia, medicridade também é sinonimo de ser intelectual.
    Prefiro ser mediocre (ou seria burguesa?)
    Tiago P. said...
    As pessoas soh enxergam e ouvem o que lhes convem. Isso explica mta coisa.
    Almir Moreira said...
    é incrivel como o ser humado é cego. e surdo.

    fato.
    Olga Durães said...
    não, eu não quero ser medíocre.
    Com Anny Maverick said...
    "Me deixe alienado sim, porquê a ignorancia é mais facil do que a verdade"

    Quando saimos dessa tal ignorancia desejamos loucamentes voltar a ela.

    Somos inconformados, conformados.
    E verdade, que verdade?
    Se o mundo é feito de fraudes famosas.

    _____________________________


    Muito boa postagem.
    Gostei do blog, e obrigada pela passada lá no "WTF?!"

Post a Comment